sábado, 26 de setembro de 2015

MINHA VIDA

Muito embora os últimos tempos não tenham sido dos mais fáceis, consegui encontrar neste mundo repleto de angústia, tristeza e decepções, pessoas que humildemente fazem minha alma sorrir e o céu se abrir - como se me dissesse que eu sou sagrado e que meus planos serão abençoados.
Pessoas estas - das quais considero: anjos amigos - saúdam meu dia com o brilho do olhar e suas almas parecem abraçar tão facilmente a minha. Sinto que o dia nascerá feliz todas às vezes que eu na minha pequenez, conseguir ser o motivo da felicidade de alguém.
A vida por vezes é tão graciosa que já amanheço sorrindo e, sabendo que sou amado por quem me olhou com calma e viu em mim um pouco daquela esperança que eu havia esquecido. Percebo que o amor é a cura e o universo parece me transbordar quando estou repleto dessa paz e sintonia.
As palavras, em sua grandeza e majestade, jamais saberiam traduzir o calor que faz no meu peito e a empolgação que corre em minhas veias enquanto vejo-me especial para alguém; apesar das minhas falhas e limitações.
Se alguém perguntar-me se eu reconheço o amor, logo alguns nomes me virão à cabeça e, sem precisar que minha voz diga, meu sorriso tão cheio de ternura, expressará quão valiosa é a eternidade que plantaram em mim. E logo eu, que era semente e sem tantas pretensões de vida, mostrarei o florescer por completo -, a renovação do espírito e a luz compartilhada, que será multiplicação. Sigo assim, com o coração agradecido e a serenidade sendo companhia.
( Vitor Ávila )

Nenhum comentário:

Postar um comentário