quinta-feira, 8 de março de 2012

QUANDO O AMOR ACONTECE

 

 O amor é uma caixinha de surpresas, que ninguém consegue decifrar. Quando ele aparece, o coração não escolhe a pessoa idealizada como certa, nem a hora, nem o lugar.

Ele apenas toma nosso peito, preenche-nos interiormente e o coração começa a se acelerar como a sinalizar que é hora de amar...
...

É um tic-tac incontrolável... Os olhos reluzem num brilho intenso, as palavras quase não saem mas o rubor na face fica a nos acusar. Ao lembrar da pessoa o sorriso vem aos lábios, mesmo sem a gente notar.

Quando ela liga, parece que vimos pássaros à voar. Mas ao ver a pessoa amada se aproximar o coração se acelera, parecendo querer saltar e ir de encontro à pessoa pra dentro dela se instalar...

Ah... esse sentimento maravilhoso que preenche o ser como um todo, é tão gostoso de sentir. Toda pessoa deveria vivê-lo e a ele se entregar, sem se preocupar com o que está por vir.

Querer segurá-lo é perdê-lo, pois ele só é bom quando é leve desapegado de senões e obrigações, que toma as pessoas que querem controlar o ser amado, com medo dele fugir.

Ah!... como é tolo o amante... Não aprendeu a lição da doação do amor incondicional. Aquele que ama de verdade não tem o desejo de posse, não segura nem se anseia, pois o coração se contenta só em ver o ser amado sorrir.

Como é bom amar e poder se soltar se entregar sem pudor, sem restrições... É como deixar-se levar de maneira leve, como pluma voando ao vento, como as águas nas ondas do mar, ou como a nuvem que no céu passeia, numa noite de luar.

Por que fugimos tanto do amor com medo de nos entregar?... Será que não percebemos que sem ele a vida fica vazia e sem sentido e nosso interior se entristece... A vida fica sem graça e o mundo parece parar... Seguimos meio obrigados para as tarefas do dia realizar.

A ausência de um amor, deixa o ser humano incompleto, pois todos nasceram pra amar E viver a emoção dos momentos sem com o depois se preocupar, pois o que se leva da vida é a experiência adquirida, que nos engrandece interiormente e faz nosso ser evoluir.

A cada amor plantado há uma semente de vida, um pedacinho de Deus, pois quanto mais amamos mais perto do Criador estamos e à Luz retornamos, eternizando nosso verdadeiro Ser ...
Jandira Moraes
Ver mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário