quarta-feira, 7 de março de 2012

AMOR VERDADEIRO




Quando você conhece uma pessoa e se encanta com ela, uma vibração mexe com você...

...
Então conforme vai convivendo com a pessoa aquilo pode começar a crescer dentro de você...

Então a pessoa deixou de ser como as outras e passa a representar um pouco mais pra você...

O jeito dela falar, sorrir, as coisas que faz... Tudo causa um tilintar de um sininho dentro de você...

Começa então a nascer um sentimento de admiração pela pessoa...

Com o passar dos dias e com a convivência mais próxima, pode acontecer de se transformar num sentimento maravilhoso chamado amor...

Ele pode começar a crescer e se tornar mais forte a cada dia...

Esse sentimento que nasce com a convivência pode se chamar amor...

Agora quando nasce de uma atração pelo corpo e sensualidade da outra pessoa, então podemos denominá-lo paixão...

O amor é leve, a paixão cria apego e dependência, pois sente falta do corpo da outra...

No amor você ama a alma da pessoa, a beleza interior expressada pelo Ser que vive nela, que sai pelos poros e vai atingir vibracionalmente a outra pessoa...

Ele é transmitido pelo olhar, um toque de pele, pela voz da pessoa ao telefone...

Quando se torna verdadeiro mesmo, só de lembrar o ser amado seu corpo vibra e o coração palpita mais forte, como que a sinalizar que o amor nasceu... Tudo parece mágico...

Ao lembrar a pessoa, a sensação é de felicidade e se preenche só de recordar de seu rosto, seu sorriso, sua voz...

O sorriso brota de seus lábios mesmo sem perceber... Tudo te faz lembrar o ser querido...

A natureza, o Sol, a Lua, o Céu, o canto de um pássaro, uma paisagem bonita, uma melodia, surgida ao acaso... Seu rosto transmite a paz...

Já a paixão não traz alegria, mas dor, sentimento de saudade, de necessidade de estar junto por querer preencher uma necessidade física, de beijar, tocar e estar junto sexualmente...

Na paixão o sexo é uma necessidade e no amor é um complemento de almas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É, eu tive que cair na real. Por mais que eu quisesse viver todos aqueles sonhos malucos ao teu lado, eu tive que cair na real. Mesmo sem e...