domingo, 10 de março de 2013

AO AMIGO QUE PERDI

O Tempo passa,
a saudade fica
daquele olhar amigo,
que sem saber como, perdi!
Já não tenho o seu ombro,
para poder descansar.
E até mesmo o seu rosto,
aos poucos,
o tempo teima em apagar.
Almofada mais fofa,
ainda não encontrei!
Quero correr para ti,
mas o vento levou-te,
para onde,
eu não sei...
(Linda P.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É, eu tive que cair na real. Por mais que eu quisesse viver todos aqueles sonhos malucos ao teu lado, eu tive que cair na real. Mesmo sem e...