sexta-feira, 14 de julho de 2017

Sempre que uma pessoa nos provoca emocionalmente, ela merece um segundo olhar... Seja por uma qualidade que possui e que desejamos desenvolver ou por um defeito que não identificamos em nós. Uma pessoa muito agitada, por exemplo, poderá se incomodar com a calma da outra, pois precisa desenvolver o seu próprio equilíbrio íntimo. Alguém muito inseguro poderá ficar acuado e ácido diante de uma pessoa autoconfiante. É autodefesa! Antes de observar as outras pessoas com críticas... É bem mais construtivo as observar como espelhos. O nosso autoconhecimento pode acontecer por muitas vias. Grandes transformações em nossas vidas surgem através de relações incomuns. Observe o mundo, as pessoas, a si mesmo. Ouse enxergar além do óbvio! *Lígia Guerra*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É, eu tive que cair na real. Por mais que eu quisesse viver todos aqueles sonhos malucos ao teu lado, eu tive que cair na real. Mesmo sem e...