segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

"Aos que buscam o extraordinário, não o encontrarão em mim. Ele nunca me fascinou. Eu me encanto com as simplicidades dos dias, quando um pássaro cruza meu caminho ou o sol se põe como que conversando comigo. Pequena que sou, as coisas grandes da vida pra mim são aquelas que passam despercebidas, feitas para olhos delicados e corações atenciosos. O cheiro de chuva molhando o chão, o barulho de um sorriso de criança, a brisa que nos toca com mãos de seda. Um amor correspondido, uma amizade que resiste ao tempo. Isso é o que me deslumbra. É o que faz a minha alma suspirar. Sou espírito de poucas necessidades".
Rachel Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário