sábado, 10 de agosto de 2013

Não quero olhar para trás, lá na frente, e descobrir quilômetros de terreno baldio que eu não soube cultivar. Calhamaços de páginas em branco à espera de uma história que se parecesse comigo. Não quero perceber que, embora desejasse grande, amei pequeno.
Ana Jácomo
 

Um comentário:

  1. Difícil né Márcia? Mas nunca é tarde para começar um novo plantio e com certeza a colheita será bem melhor.
    Bjo grande em seu coração.

    ResponderExcluir