terça-feira, 27 de agosto de 2013

As vezes parece tudo estar perdido, sem saída, você se vê no meio de uma tempestade, aonde dá a impressão que o universo não esta conspirando ao seu favor... e é exatamente ai que Deus começa a agir, a trabalhar, ele vem com uma voz agradável, fala ao teu ouvido, ao teu coração e com apenas um sopro tudo volta ao lugar.

O seu alivio será instantâneo, você irá respirar, suspirar, e voltar a sorrir, deixando para trás como um aprendizado todo aquele sofrimento.

Quando algo assim acontece, você sente, você vive, uma experiencia única e individual, você se torna invencível, determinado, entende que por mais que esteja difícil, que por mais que não entenda o porque de certas coisas, de repente, tudo pode mudar...

Você de inicio se sente frágil, apesar do otimismo, sabe que precisará de muita força Divina para se manter e continuar em pé. E receberá... basta acreditar naquele que acalmou a tempestade e te colocou de volta ao lugar do sol. Deus quer que você deixe ele agir, deixe ele permanecer no centro, no comando da sua vida... não pense que você não precisa dele... se entregue a ele de corpo, alma, espirito e coração.

Você receberá renovo em sua maneira de se comportar, de caminhar, no seu falar... Não queria enxergar somente o que você quer enxergar, deixa Deus te dar uma nova visão, aquela que vem do alto... Obstáculos e desafios existem apenas para os fortes e guerreiros, dias difíceis vem para todos...

Não sinta medo, enfrente um a um...e você então... depois de cada luta, receberá a vitória!

Thaís Fernanda

Um comentário:

  1. Lindo texto Márcia, tenho aprendido com o tempo, com umas porradas aqui, outra ali,com a solidão, a deixar Deus tomar um pouco de conta da minha vida. Realmente é impossível querer lidar com tudo, é ele que faz nosso tempo e só ele para aliviar nossa pesada tarefa de viver.
    Bj no coração minha irmã

    ResponderExcluir

É, eu tive que cair na real. Por mais que eu quisesse viver todos aqueles sonhos malucos ao teu lado, eu tive que cair na real. Mesmo sem e...