sábado, 25 de fevereiro de 2012

SAUDADE

Aquela era dessas saudades bem-vindas que trazem também descanso e alegria na sua cesta de bênçãos. Era dessas saudades que derrubam cercas e desenham pontes. Era dessas saudades que desembrulham lembranças que deixam o instante da gente todo perfumado de Deus. Aquela era dessas saudades generosas que bordam sol no tecido da alma com os seus lindos fios de amor.

                                                           Ana Jácomo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É, eu tive que cair na real. Por mais que eu quisesse viver todos aqueles sonhos malucos ao teu lado, eu tive que cair na real. Mesmo sem e...