domingo, 30 de junho de 2013

RUA RAMALHETE

Sem querer fui me lembrar

De uma rua e seus ramalhetes,

O amor anotado em bilhetes,

Daquelas tardes.

No muro do Sacré-Coeur,

De uniforme e olhar de rapina,

Nossos bailes no clube da esquina,

Quanta saudade!


Nenhum comentário:

Postar um comentário